FRETE GRÁTISpara compras acima de R$ 149,90

Produtos Essenciais para o inverno com descontos incríveis!

Carrinho

logo Mantecorp

Imagem do post Fotoenvelhecimento: sinais, causa, tratamentos e muito mais!

Todo mundo já ouviu a palavra fotoenvelhecimento uma vez na vida. Porém, o que nem todos sabem, é que não se trata de um sinônimo para envelhecimento, mas um tipo específico. ¹

Por mais que os sinais na pele sejam naturais e inevitáveis, certos hábitos e comportamentos podem acelerar seu aparecimento e torná-los mais perceptíveis e profundos. Este é o caso, por exemplo, da exposição ao sol. ¹

Porém, qual é essa relação? O sol envelhece a pele? Todo mundo vai sofrer com a pele fotoenvelhecida? Tem como prevenir?

Se você tem uma dessas dúvidas, continue lendo até o final para descobrir tudo sobre este assunto!

O que é fotoenvelhecimento?

Basicamente, o fotoenvelhecimento é o envelhecimento cutâneo causado pela exposição excessiva e desprotegida à radiação ultravioleta. Esse contato direto da pele com a luz solar provoca a degradação do colágeno devido a danos no DNA. ¹

Quais são as características de uma pele com fotoenvelhecimento?

Como vimos, o fotoenvelhecimento provoca a destruição das fibras de colágeno, que é essencial para sustentar a pele, além de manter sua elasticidade e espessura. ²

Com o passar dos anos, a falta dessa proteína resulta nos sinais já conhecidos e relacionados ao envelhecimento, como: ¹

Mas, você pode estar se perguntando, então, o que muda entre o fotoenvelhecimento e o envelhecimento normal? A seguir, confira as diferenças.

Envelhecimento natural x fotoenvelhecimento

O primeiro e principal ponto quando se fala em envelhecimento cutâneo é entender que se trata de um processo natural e contínuo. ² Ou seja, a partir do momento que uma pessoa nasce, ela começa a envelhecer, e não há nada que se possa fazer para evitar.

Isso quer dizer, então, que os sinais citados acima vão aparecer em determinado momento da vida, independentemente da exposição solar. Até porque fatores genéticos, metabólicos e hormonais também causam o declínio do colágeno e da elastina (outra proteína estrutural do organismo). ²

Contudo, os fatores não naturais, como os raios UV, podem acelerar as alterações cutâneas, além de deixá-las mais intensas e perceptíveis. ²

Então, se você naturalmente iria ter rugas, a exposição solar desprotegida pode fazer com que esses sinais fiquem mais profundos, entende? Sem contar que se iriam aparecer na terceira idade, por exemplo, podem surgir ainda na vida adulta.

Portanto, tanto o envelhecimento natural quanto o fotoenvelhecimento provocam as mudanças na pele. Porém, enquanto o primeiro é progressivo e lento, o segundo é mais rápido e penoso.

Abaixo, veja quais as principais diferenças no organismo de cada tipo de envelhecimento: ³

 

Envelhecimento cronológico

Fotoenvelhecimento

Rugas

Superficiais

  Profundas

Colágeno

Pequenas alterações com o passar dos anos

Alterações rápidas, maior degradação

Cabelo

Diminuição da quantidade e afinamento

Perda capilar considerável

Alterações malignas

 

Maior chance de desenvolver câncer de pele

Conheça as causas do fotoenvelhecimento 

Já deu para entender que o sol envelhece a pele, não é? Porém, é importante lembrar que não é e nem deve ser um inimigo. Até porque os raios solares também são fundamentais para determinados processos do organismo, como a síntese de vitamina D. 4

Contudo, a exposição solar é, sim, a causa do fotoenvelhecimento. Na verdade, a exposição sem proteção, ou seja, sem a aplicação correta de um bom protetor solar. 1,3

Além disso, uma consequência dessa exposição são os radicais livres, que se tornam agravantes para o envelhecimento cutâneo. ³

Como tratar fotoenvelhecimento?

Existem diversos tratamentos para fotoenvelhecimento disponíveis no mercado, que ajudam a amenizar os sinais na pele. Entre eles estão: 4

  • peelings químicos;
  • alfa‑hidroxiácidos;
  • cremes com ácidos, como o retinol;
  • lasers etc.

Em geral, esses procedimentos e produtos são mais eficazes para tratar sinais superficiais, como rugas finas. No caso de danos profundos, o efeito pode ser reduzido. 4

Como prevenir o fotoenvelhecimento da pele?

Melhor do que tratar uma pele fotoenvelhecida é se prevenir para mantê-la saudável, certo? E isto pode ser mais simples do que você imagina. Abaixo, veja passos práticos que ajudam a se proteger dos danos da exposição solar: 5

  • evitar o sol: se expor menos aos raios solares (30 minutos por dia é suficiente) e em horários mais indicados (antes das 10h e após as 16h);
  • usar roupas que contêm fator de proteção solar: as peças UV ajudam a manter a pele protegida;
  • investir em acessórios adicionais: chapéus, bonés, óculos escuros, tudo o que ajuda a bloquear o sol ajuda a proteger a pele dos raios UV;
  • aplicar protetor solar diariamente: faça chuva ou faça sol, use um protetor solar de amplo espectro com FPS 30 ou mais. Lembre-se de reaplicá-lo a cada 2 a 3 horas ao longo do dia.

O que usar para diminuir o fotoenvelhecimento?

Além dos procedimentos dermatológicos, existem certos produtos que podem contribuir para amenizar os efeitos do fotoenvelhecimento:

  1. Produtos que contenham antioxidantes e outros ativos, como retinóides e alfa-hidraxiácidos
  2. Protetor solar

A seguir, confira a ação de cada um em mais detalhes.

Antioxidantes

Os antioxidantes são substâncias que protegem as células contra danos causados pelos radicais livres, que, como vimos, são produzidos também a partir da exposição solar e poluição. ³

Em relação aos antioxidantes tópicos, estudos mostram que a vitamina C, além da ação antioxidante, estimula colágeno e elastina e clareia a pele. Já a vitamina E atua, principalmente, como antioxidante. Por sua vez, a vitamina A representa os retinóides, auxiliando no tratamento do fotoenvelhecimento.  6

Protetor solar

O protetor solar é indispensável para uma rotina de cuidados com a pele, sobretudo a que está fotoenvelhecida. Embora não diminua os efeitos já estabelecidos, o produto ajuda a prevenir a piora ou que novos sinais apareçam ou que os já existentes piorem. Portanto, deve ser usado diariamente. 6

Leia também: Qual é o melhor protetor solar com cor? Confira a nossa análise!

Mantecorp: proteção solar ideal para cada momento   

Agora que você sabe tudo sobre pele fotoenvelhecida e a importância do protetor solar para evitar essa situação, que tal escolher um bom produto para incluir em sua rotina?

Mantecorp Skincare é a marca número 1 quando o assunto é proteção solar e possui diversas opções para todos os gostos: com e sem cor, em pó, bruma, com diferentes FPS, com ativos clareadores, antioxidantes e muito mais!

Quer começar a cuidar da sua pele? Então, confira nossos produtos. Temos a proteção ideal para cada momento!

1. Benedetti J. Efeitos crônicos da luz solar [Internet]. Manuais MSD edição para profissionais. Manuais MSD; 2021. Disponível em: https://www.msdmanuals.com/pt-br/profissional/distúrbios-dermatológicos/reações-à-luz-solar/efeitos-crônicos-da-luz-solar. Acesso em agosto/2023.

2. Al-Atif H. Collagen Supplements for Aging and Wrinkles: a Paradigm Shift in the Field of Dermatology and Cosmetics. Dermatology Practical & Conceptual. 2022 Feb 2;12(1):e2022018. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC8824545/. Acesso em agosto/2023.

3. Montagner S, Costa A. Bases biomoleculares do fotoenvelhecimento. Anais Brasileiros de Dermatologia. 2009 Jul;84(3):263–9. Disponível em: https://www.scielo.br/j/abd/a/NyVcHQRMsNyx6v5TDTbJmGz/. Acesso em agosto/2023.

4. Benedetti J. Considerações gerais sobre radiação solar e danos à pele [Internet]. Manual MSD Versão Saúde para a Família. Manuais MSD; 2022. Disponível em: https://www.msdmanuals.com/pt-br/casa/distúrbios-da-pele/radiação-solar-e-danos-à-pele/considerações-gerais-sobre-radiação-solar-e-danos-à-pele. Acesso em agosto/2023.

5. Benedetti J. Visão geral dos efeitos da luz solar [Internet]. Manuais MSD edição para profissionais. Manuais MSD; 2021. Disponível em: https://www.msdmanuals.com/pt-br/profissional/distúrbios-dermatológicos/reações-à-luz-solar/visão-geral-dos-efeitos-da-luz-solar. Acesso em agosto/2023.

6. Guan LL, Lim HW, Mohammad TF. Sunscreens and Photoaging: A Review of Current Literature. American Journal of Clinical Dermatology. 2021 Aug 13;22(6):819–28. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC8361399/. Acesso em agosto/2023.