O nosso website utiliza cookies para lhe identificar e aprimorar a sua experiência de navegação.
Alguns cookies são necessários, outros são utilitários, analíticos ou de marketing. Ao continuar navegando, você concorda com os termos da nossa Política de Cookies.

Nutricosméticos: o que são, tipos e diferenças para nutracêuticos

19/05/2021 o que são nutricosméticos

Você sabe o que são os nutricosméticos? Eles são suplementos alimentares formulados com nutrientes essenciais para um bom funcionamento do organismo. Contudo, a sua composição é formulada com substâncias que promovem benefícios estéticos, como mais firmeza à pele e resistência aos fios de cabelo.

Os nutricosméticos podem ser ótimos complementos para a sua rotina de skincare e outros cuidados de beleza, visto que eles promovem efeitos anti-idade. Além disso, por serem compostos por nutrientes essenciais, também ajudam a saúde no geral.

Sendo assim, nos tópicos a seguir você terá acesso a todas as informações necessárias para conhecer profundamente esse tipo de suplemento com fins estéticos. Confira:

  • O que são os nutricosméticos?
  • Tipos de nutricosméticos
  • Nutricosméticos vs. nutracêuticos vs. cosmecêuticos
  • Qual é o melhor nutricosmético para pele, cabelo e unhas?

O que são os nutricosméticos?

Os nutricosméticos são suplementos alimentares normalmente comercializados em formato de cápsulas. Eles podem ser considerados suplementos, uma vez que são compostos por nutrientes essenciais para o nosso organismo.

Entretanto, os nutricosméticos possuem um objetivo diferente dos suplementos alimentares convencionais. O seu intuito vai além de suprir as necessidades nutricionais. Na verdade, esse composto é formulado com nutrientes que proporcionam benefícios estéticos.

Por isso, os nutricosméticos apresentam composições que associam nutrientes com ação antioxidante, anti-inflamatória, entre outras. Isso porque essas substâncias são capazes de promover resultados como diminuição de rugas e fortalecimento dos cabelos.

Tipos de nutricosméticos

Os nutricosméticos podem ser classificados de acordo com os ingredientes presentes em sua composição. Portanto, para que você entenda como cada ingrediente age e os benefícios que eles proporcionam, listamos os quatro tipos mais comuns:

  • Biotina
  • Antioxidantes
  • Colágeno hidrolisado
  • Silício orgânico

1. Biotina

Também conhecida como vitamina B7 e vitamina H, a biotina é um nutriente essencial para a produção de enzimas que possuem um papel fundamental no metabolismo. E, além disso, ela é capaz de trazer benefícios à saúde da pele, do cabelo e das unhas.

Um estudo publicado no periódico Dermatology Research and Practice acompanhou mulheres com queda de cabelo que utilizaram um suplemento de biotina para tratamento por três meses.

O crescimento de fios foi significativamente maior naquelas que tomaram o suplemento em comparação com as que consumiram placebo. Concluindo-se que a biotina pode auxiliar no crescimento de cabelos.

E uma revisão de estudos publicada no Journal of Drugs in Dermatology mostrou que a suplementação de uma dose diária de 2,5mg de biotina pode ajudar a melhorar a síndrome das unhas frágeis, condição que as torna quebradiças.

2. Antioxidantes

Os antioxidantes são substâncias que possuem a capacidade de neutralizar os radicais livres, que são moléculas instáveis capazes de causar danos celulares.

Por essa razão, os radicais livres são um dos responsáveis pelo envelhecimento da pele, surgimento de rugas e diversos outros danos e condições médicas.

Sendo assim, é muito importante consumir uma quantidade adequada de antioxidantes não só para garantir benefícios estéticos, mas para ter uma boa qualidade de vida e bem-estar.

Só vale ressaltar que o termo antioxidante é utilizado para se referir a uma propriedade que alguns nutrientes possuem. Por isso, não existe uma ingestão diária recomendada. E várias substâncias contam com esse propriedade, como as seguintes:

Aliás, um estudo publicado no periódico Oxidative Medicine and Cellular Longevity concluiu que a suplementação de antioxidantes trouxe benefícios à saúde da pele, principalmente relacionados à elasticidade.

3. Colágeno hidrolisado

O colágeno hidrolisado é uma versão do colágeno que foi quebrada em pequenas partículas para facilitar a absorção e fabricação em formato de nutricosmético. Ou seja, apenas é uma forma adaptada para consumo oral.

O colágeno é uma proteína produzida naturalmente pelo organismo e pode ser considerada uma das mais importantes, porque está presente em diversas áreas do corpo, como pele, ossos, músculos e muitas outras.

Isso acontece porque ele é o principal responsável pelo desenvolvimento e pela manutenção dos tecidos do corpo. Por causa disso, o colágeno promove efeitos anti-idade na pele, garantindo mais resistência e elasticidade.

Além disso, por causa dessa função, também ajuda na cicatrização, o que pode auxiliar a amenizar marcas de espinhas.

Inclusive, um estudo publicado no periódico Nutrients comprovou que o colágeno hidrolisado pode melhorar significativamente a hidratação, a elasticidade, a resistência e a densidade da pele após cerca de três meses de consumo.

Portanto, fica claro o motivo do colágeno hidrolisado ser um dos principais componentes dos nutricosméticos. Ele proporciona diversos benefícios à pele, além de outros, como melhorar dores nas articulações e ajudar a tratar a osteoporose.

4. Silício orgânico

O silício é um mineral essencial para o funcionamento do organismo que atua principalmente no metabolismo de colágeno e elastina, que são as proteínas responsáveis pela resistência e elasticidade da pele.

Além disso, também possui ação antioxidante e promove o fortalecimento do cabelo e das unhas. Por conta de todas essas ações, ele se mostra um nutriente com efeitos anti-idade muito importantes para a saúde da pele, do cabelo e das unhas.

Um estudo clínico publicado no Journal of Cosmetic Dermatology concluiu que uma dose diária de 600mg de silício orgânico pode proporcionar resultados significativos de rejuvenescimento da pele, melhorando a hidratação, firmeza e textura.

Mas o que é o silício orgânico? De maneira simplificada, é o mesmo caso do colágeno hidrolisado. Essa é apenas uma versão do mineral que passou por um processo para melhorar a sua absorção pelo organismo e ser mais eficaz em forma de nutricosméticos.

O silício é obtido principalmente pela alimentação, sendo encontrado em alimentos como banana, laranja, peixes, entre outros. Contudo, a sua absorção não é das maiores, por isso o nutricosmético pode ajudar a trazer benefícios.

Entretanto, vale lembrar que o ideal é consultar um médico antes de consumir qualquer nutricosmético ou suplemento. Isso porque ele te informará precisamente sobre as suas necessidades.

Nutricosméticos vs. nutracêuticos vs. cosmecêuticos

Agora você já sabe o que são os nutricosméticos e viu exemplos. Mas, existem dois outros tipos de produtos estéticos que podem ser confundidos com eles: os nutracêuticos e os cosmecêuticos.

No entanto, como mostra a imagem abaixo, eles são os resultados da união de diferentes indústrias.

infográfico sobre as diferença entre nutricosméticos, nutracêuticos e cosmecêuticos
Fonte: Nutricosméticos: um conceito inovador

Diante dessa origem de uniões diferentes, é possível estabelecer claramente as diferenças de cada um. Veja as distinções abaixo.

Nutricosméticos

Como já mostrado na explicação sobre o que são os nutricosméticos, esses suplementos alimentares reúnem substâncias com propriedades que trazem benefícios estéticos. Portanto, o intuito é proporcionar efeitos anti-idade, como prevenir rugas e melhorar a textura da pele.

Nutracêuticos

Os nutracêuticos também são suplementos alimentares. Contudo, eles são formulados por compostos bioativos extraídos de alimentos.

Mas o que são compostos bioativos? São substâncias presentes em baixa quantidade nos alimentos e, diferentemente dos nutrientes, não são essenciais para o funcionamento do organismo.

Entretanto, o consumo em maior quantidade desses compostos pode trazer diversos benefícios, como o controle do colesterol e a melhora da densidade óssea.

O intuito dos nutracêuticos é facilitar o consumo e absorção dessas substâncias, que são limitadas nos alimentos, para promover benefícios à saúde. Sendo assim, eles são até mesmo usados como um complemento para o tratamento de certas doenças.

Alguns exemplos de substâncias utilizadas para a formulação de nutracêuticos são o licopeno, o resveratrol e os probióticos.

Cosmecêuticos

Os cosmecêuticos se diferenciam até mesmo em sua forma. Eles não são suplementos, mas, sim, fórmulas cosméticas como cremes, géis, loções, entre outras.

Portanto, fica claro que são produtos de aplicação tópica, diretamente na pele. Contudo, não são apenas cosméticos, porque as suas fórmulas contém substâncias capazes de promover alterações na estrutura da pele.

Mas, ao mesmo tempo, não são considerados medicamentos, visto que o seu fim é proporcionar resultados estéticos.

Sendo assim, os cosmecêuticos ficam em um nível intermediário entre cosméticos e medicamentos, uma vez que são produtos formulados com nutrientes capazes de causar pequenas alterações na pele para promover efeitos anti-idade.

Qual é o melhor nutricosmético para pele, cabelo e unhas?

O caminho mais recomendado para encontrar o melhor nutricosmético para as suas necessidades é por meio de uma consulta médica.

Afinal, um especialista saberá avaliar as suas necessidades nutricionais e avaliar as melhores estratégias de tratamento. Dessa forma, garante-se que você tenha resultados mais eficazes e satisfatórios.

Mas, a nossa recomendação de nutricosmético para melhorar a saúde da pele, cabelo e unhas é o Nouve Silício Orgânico, da Mantecorp Skincare.

Ele é um nutricosmético multifuncional formulado com silício orgânico, biotina, zinco, selênio e as vitaminas E, B3 e B6. Essa associação de substâncias ajuda a ter fios e unhas mais fortes, assim como uma pele firme e hidratada.

Esperamos que as informações tenham te ajudado a entender o que são os nutricosméticos! Leia outros conteúdos nossos para tirar outras dúvidas sobre cuidados de beleza.

Referências

Ablon G. A 3-month, randomized, double-blind, placebo-controlled study evaluating the ability of an extra-strength marine protein supplement to promote hair growth and decrease shedding in women with self-perceived thinning hair. Dermatol Res Pract. 2015;2015:841570.

Scheinfeld N, Dahdah MJ, Scher R. Vitamins and minerals: their role in nail health and disease. J Drugs Dermatol. 2007;6(8):782-787.

De Luca C, Mikhal’chik EV, Suprun MV, Papacharalambous M, Truhanov AI, Korkina LG. Skin Antiageing and Systemic Redox Effects of Supplementation with Marine Collagen Peptides and Plant-Derived Antioxidants: A Single-Blind Case-Control Clinical Study. Oxid Med Cell Longev. 2016;2016:4389410.

Bolke L, Schlippe G, Gerß J, Voss W. A Collagen Supplement Improves Skin Hydration, Elasticity, Roughness, and Density: Results of a Randomized, Placebo-Controlled, Blind Study. Nutrients. 2019;11(10):2494. Published 2019 Oct 17.

Kilinc BE, Oc Y, Alibakan G, Bilgin E, Kanar M, Eren OT. An Observational 1-Month Trial on the Efficacy and Safety of Promerim for Improving Knee Joint. Clin Med Insights Arthritis Musculoskelet Disord. 2018;11:1179544118757496. Published 2018 Feb 11.

König D, Oesser S, Scharla S, Zdzieblik D, Gollhofer A. Specific Collagen Peptides Improve Bone Mineral Density and Bone Markers in Postmenopausal Women-A Randomized Controlled Study. Nutrients. 2018;10(1):97. Published 2018 Jan 16.

Petersen Vitello Kalil CL, Campos V, Cignachi S, Favaro Izidoro J, Prieto Herman Reinehr C, Chaves C. Evaluation of cutaneous rejuvenation associated with the use of ortho-silicic acid stabilized by hydrolyzed marine collagen. J Cosmet Dermatol. 2018;17(5):814-820.

Dini I, Laneri S. Nutricosmetics: A brief overview. Phytother Res. 2019;33(12):3054-3063.

León-López A, Morales-Peñaloza A, Martínez-Juárez VM, Vargas-Torres A, Zeugolis DI, Aguirre-Álvarez G. Hydrolyzed Collagen-Sources and Applications. Molecules. 2019;24(22):4031. Published 2019 Nov 7. LONNI, Audrey Alesandra Stinghen Garcia et al. NUTRICOSMETICS: AN INNOVATIVE CONCEPT.. Visão Acadêmica, [S.l.], v. 15, n. 2, oct. 2014. ISSN 1518-8361. Disponível em: <https://revistas.ufpr.br/academica/article/view/36722/23392>. Acesso em: 16 fev. 2021.

posts relacionados

Nutracêuticos

Nossa categoria de nutricosméticos foi pensada para melhorar a saúde e a qualidade dos cabelos, da pele e das unhas, além de ajudar nos sinais de envelhecimento. Confira.

Nutracêuticos Mantecorp Skincare